//
you're reading...
Internet, Opinião, Sociedade

Selfies…just go to hell


Screen Shot 2014-10-01 at 21.34.17

Eu realmente odeio Selfies, acho uma coisa completamente sem noção, feito por pessoas que querem criar uma realidade fantástica (e na maioria das vezes enganosa) em alguma rede social.

Mas, vá lá…Cada um na sua. Então, deixa pra lá..

Mas juro que às vezes, fica difícil.

Vejam a Selfie ao lado. Viram onde ela foi tirada? Em Auschwitz…Um campo de concentração.

Sério mesmo??? Um lugar destes e a pessoa vai lá pra tirar uma foto de si mesma? E ainda por cima sorrindo!!!

Ah, mas este é um caso…diriam os contestadores.

Certo, o problema é que tem muitos outros.

Vejam este exemplo…

worst-selfies_02

“Sou bombeiro sim. Fogo? Onde?”

Ou que tal este?

Screen Shot 2014-10-01 at 21.55.15
“Nem notei que tem um cadáver no fundo”

E este aqui?

Suicide-Selfie

“Olhem só que bacana, o carinha lá atrás vai morrer!!!”

Eu me pergunto, o que leva as pessoas a perderem seu tempo, a deixar de pensar, refletir, ajudar, chorar, lamentar e viver para tirar fotos de si mesmos?

Eu mesmo tenho minhas estórias. Há cerca de 2 meses atrás fui com a minha esposa em uma exposição onde a sala principal concebida pela artista oferecia a sensação de um fundo infinito onde a pessoa se perdia em infinitas versões de si mesmo. Bem interessante mesmo. Mas, como todo evento badalado, a fila para visitar esta sala estava imensa e ficamos cerca de 1 hora na fila. Para piorar, cada grupo que entrava só podia ficar 60 segundos na sala de forma a permitir que todos pudessem passar por lá.

Imaginem a minha surpresa ao entrar na sala, após ficar 1 hora na fila que eu e a minha esposa eramos os únicos que tentavam visualizar e sentir a sala. Todos os demais, sem exceção passaram aquele minuto fazendo selfies.

Qual o sentido disto? Eles não aprenderam nada, não sentiram nada…Apenas registraram uma foto deles em uma sala espelhada…

O mesmo acontece durante shows ou outros eventos. O cantor se apresentado ou o time jogando e a pessoa lá, tirando fotos…

Entendo que em alguns casos, selfies ajudam quem a tirou e outros a superar problemas e a encontrar conforto. Servem de guia e inspiração para uma geração que não sabe viver de outra forma.

Mas, em muitos outros casos, são apenas excessos de pessoas buscando aprovação de outros, de se conectar com quem não os conhece. De ser quem não são.

Então, onde colocamos a linha do que é apropriado e de onde é longe demais?

Precisamos de leis para regular selfies? (Em alguns locais, elas já existem) ou apenas o bom senso deveria prevalecer.

Mas, bom senso nestes tempos é artigo raro.

Boa Noite.

Advertisements

About Alexandre Cezar

A 39 years old Brazilian guy, married and happy. Looking to share ideas, discuss and improve them for who knows make this world a better one.

Discussion

No comments yet.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s

October 2014
M T W T F S S
« Jul   Mar »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Insira seu endereço de email para receber atualizações do Blog automaticamente por email.

Join 95 other followers

%d bloggers like this: