//
you're reading...
crônica, Opinião, Sociedade

Os vícios da sociedade


Nós infelizmente ainda vivemos em uma sociedade machista e hipócrita, e isto não é novidade para a maioria dos leitores deste blog.

O problema é a cada vez mais clara inversão de valores que nos afronta.

Pegarei como exemplos, dois casos recentes.

O primeiro é o caso do filme Ted. Para quem não sabe do se trata é a estória do relacionamento de um homem adulto e do seu “urso de pelúcia” que ganha vida.

O filme é uma sátira sobre “maturidade”, amizade e medo que as pessoas tem de assumir suas responsabilidades. É um filme muito engraçado, mas totalmente “politicamente incorreto” e teve uma merecida classificação para maiores de 16 anos. Afinal, é voltado para pessoas que saibam compreender um contexto e que possam diferenciar a realidade da fantasia.
O filme em questão foi bombardeado de críticas e tentativas de proibição de exibição, pois segundo seus críticos, ele apresenta drogas, bebidas e sexo de forma exagerada e que estimula seu uso. Teve até deputado federal envolvido na história.

O segundo caso é sobre a tal novela da Globo “Avenida Brasil”.

Hoje pela manhã, leio a noticia que diversos internautas entusiasmados fizeram manifestações de agrado ao fato de no capítulo de ontem a vilã ter apanhado do marido depois deste ter descoberto uma traição.

O que há de comum nos casos acima?

Coloquemos da seguinte forma:

Porque um filme que mostra consumo de drogas sob um ponto de vista cômico é nocivo a sociedade e uma novela que mostra uma mulher apanhando do marido não?

Por que aceitamos que a violência contra a mulher (ou contra qualquer um) é justificável sob a hipótese de traição?

Para mim, a resposta é simples:

Quando uma pessoa tem uma relação extraconjugal, nossa sociedade não a agride por ter rompido unilateralmente um acordo interno do casal, mas sim por ter desrespeitado uma regra social que todas as outras pessoas estão obrigadas a obedecer.

O mesmo não ocorre com a questão dos vícios. Não é algo ensinado nas escolas, na igreja ou em casa, salvo algumas exceções.

Então, no cúmulo de nossa hipocrisia, criticamos aquilo que achamos nocivo (o que meu filho vai pensar se ver um urso de pelúcia consumindo drogas!!!) e aplaudimos na frente de nossas crianças quando uma mulher apanha do marido.

Está na hora de mudarmos. Na verdade, passou da hora.

Boa Tarde

Advertisements

About Alexandre Cezar

A 39 years old Brazilian guy, married and happy. Looking to share ideas, discuss and improve them for who knows make this world a better one.

Discussion

6 thoughts on “Os vícios da sociedade

  1. Sobre o filme Ted, quem não sabe diferenciar a realidade da fantasia não deveria nem sair de casa, e o politicamente incorreto deve ser debatido e não colocado a margem para se transformar em um taboo.
    Agora, não é de hoje que a Globo fica colocando merda na novela, que para mim é uma merda o canal inteiro, mas pense.Por que o deputado que quer censurar o filme, não faz isso com a novela, que é bem mas apelativa.
    Achei legal a reflexão, continue com o blog.

    Posted by Thiago Questão | October 10, 2012, 6:34 pm
  2. Quem não sabe diferenciar a realidade da fantasia acho que seria o dono deste texto, pois é muito diferente uma imagem “fofa” que a maioria das crianças se identificam fumando maconha do de um filho aprendendo a ser hipócrita, aceitando uma mulher o traindo por décadas e não dar uma boa “surra” na dita cuja. A realidade é que um urso fumando maconha faz sim apologia as drogas que devastam este mundo, a fantasia é de que essa onda de politicamente correto fará com que o mundo seja melhor. Para constar, sou contra a violência gratuita, seja por credo, raça, sexo e não sou nem um pouco machista. Só acho que em certos casos algumas pessoas merecem sim uma boa pancada, sejam mulheres, homens, pretos, brancos, azuis. Acho que cada caso é um caso, em uma traição, por exemplo: Procure outra coisa melhor, afinal a fila anda, já pensou se todos homens começassem a bater nas mulheres que os traem? Seria moda os olhos roxos. Agora dizer que não pode bater em uma mulher que o traiu, enganou, manipulou, até mesmo sobre seus filhos, porque “é errado bater em mulheres”, ai é demais. Chega de politicamente incorreto.

    Posted by Fabricio Luis Silva Damistch | October 14, 2012, 7:38 pm
    • É impressionante a incapacidade de determinados indivíduos de responder sem ofender.

      Mas, é claro eu sei me portar tanto com Reis como com bestas.

      Você diz não ser a favor da violência, mas aceita que qualquer um possa apanhar por ter violado os seus princípios.

      Não existe meio-termo, violência é errado e pronto.
      Não se deve agredir brancos, negros, amarelos azuis, homens, mulheres ou crianças.
      Nada a ver com o politicamente correto.

      Com relação ao filme TED, vou explicar novamente de forma mais direta (eu entendo sua incapacidade de compreender um texto).

      Não, o filme não faz apologia as drogas, enquanto a novela em questão aponta que a maneira de punir os vilões é sim através da violência.

      Entendeu agora?

      Posted by Alexandre Cezar | October 14, 2012, 9:17 pm
      • Dois pontos para você pensar. Acho engraçado quando uma pessoa crítica, usando do que está sendo criticado para se expressar. Primeiro ponto, sobre a incapacidade de responder sem ofender. O que mesmo que você está tentando fazer com essa resposta ao meu comentário?
        Segundo ponto, sobre violação dos princípios. Sim tenho os meus e infeliz daquele que não os teem, infeliz daquele que acha que pensamentos e alguns princípios são ultrapassados só porque a mídia disse que são. A mídia hoje molda a sociedade. A mídia diz: É errado bater, é errado fumar (É ruim para saúde, fato), não bata em mulheres. Então quando aplaudimos na frente de nossas crianças quando uma mulher apanha do marido, na verdade estamos indo contra o que está sendo imposto a nós, ai vem você dizer que estamos errados e precisamos mudar. Desculpe se te ofendi, ou se não tive discernimento para compreender alguma parte do seu texto, é que sempre escrevo sem pensar muito no que estou escrevendo (Sai do cérebro direto para o teclado), ai eu posso ter te ofendido e não ter entendido alguma parte do texto.
        Ah, voltando no segundo ponto, acho que da mesma forma que eu aceito sim que uma pessoa apanhe quando viola alguns de meus princípios (Não todos, por exemplo é princípio meu dizer sempre bom dia, boa tarde e boa noite, e não vou sair batendo em quem não disser), você também me violentaria (Mesmo que verbalmente) se tivéssemos cara-a-cara, só porque fui contra os seus princípios. Desculpe e abraços!

        Posted by Fabricio | October 14, 2012, 11:37 pm
      • É uma questão simples. Não acredito em dar a outra face.

        Também não acredito que a violência resolva nada, assim como a passividade também não resolve.
        Eu nunca jogarei a primeira pedra, mas jogarei a última.

        Com relação ao tema principal. Eu sou um pensador livre, não sigo doutrinas ou imposições.

        Se eu pensasse através da mídia como você diz, eu deveria estar radiante porque a vilã apanhou no fim.
        Pois esta é a mensagem que a mídia passa.

        Mas não é o caso, certo?

        E não me lembro da mídia dizer que usar drogas é legal.

        E o filme TED também não faz isto. Agora mostrar o consumo de drogas não é fazer apologia ao mesmo, é mostrar uma realidade. E no caso, fazer piada com isto. E isto é politicamente incorreto. Errado? Não!!! Claro que não, afinal eu devo ser uma das pessoas mais politicamente incorretas vivas.

        Posted by Alexandre Cezar | October 15, 2012, 10:19 am

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

October 2012
M T W T F S S
« Sep   Nov »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Insira seu endereço de email para receber atualizações do Blog automaticamente por email.

Join 95 other followers

%d bloggers like this: