//
you're reading...
Ajuda, Relacionamentos

Relacionamentos


São complicados

Mas deveriam ser simples.

E na verdade são.

Mas nós os complicamos.

Em qualquer nível. Em qualquer esfera.

Pode ser pai, mãe, irmão, amigo, colega, marido, esposa, filho, chefe, cachorro.

Nós sempre complicamos as coisas.

Esperamos demais dos outros. Criamos expectativas.

Exigimos que nos entendam.

Queremos que os outros façam o que não querem fazer.

Sejam o que não querem ser.

Somente para nos agradar.

Isto é certo?

Duvido muito.

Então, vamos pensar no que é um relacionamento:

“Devemos entender por relacionamento como uma união com outro ser humano, onde devemos responder à dinâmica em sua vida e na nossa, e de alguma forma fazê-lo funcionar. Sabemos que estamos sujeitos a alterações de humor, correções, e contratempos.”

É isto não? Acho que se não for, devo estar bem próximo (caso contrário devo admitir que não tenho idéia do que estou falando).

Mas como não farei isto, vamos admitir que estou certo e seguir adiante;

Aqui, faço uma pergunta ao leitor:

Você se conhece? (pense 1 minuto sobre isto)

E então?

Se você disse sim, talvez eu não tenha nada a acrescentar ao seu copo cheio. Mas, se você disse não…

Eu concordo com você. E o motivo está abaixo…

Nós passamos grande parte de nossas vidas, aprendendo sobre nós mesmos. Nós nos miramos no espelho todos os dias, e muitas vezes não temos certeza do que vemos.

Isto é normal. Faz parte do processo de evolução.

Mas, e este é o ponto onde quero chegar, é que se nós estamos aprendendo sobre nós mesmos durante os dias, como podemos esperar que alguém nos conheça. Exigimos que eles entendam nossas necessidades e que as satisfaçam.

Isto é claramente impossível.

E porque fazemos isto?

Porque inconscientemente achamos que é impossível obter um entendimento entre as partes de um relacionamento.

Então, falamos de “magia” em romances. Em relacionamentos de sangue. Em amizades de outras vidas. Comentamos com outras pessoas sobre como Deus ou “destino” nos trouxe o nosso parceiro.

Será que é isto?

Para muitos, é claro que o relacionamento é obra da magia. Ou voodoo. Afinal, se não fosse obra do sobrenatural, como poderíamos nos dar bem com esta pessoa que não nos entende? E não nos respeita?

Como podemos nos encaixar na vida de outra pessoa, quando não estamos muito certos se nós mesmos nos encaixamos na nossa própria vida?

Então, isso significa que as relacionamentos duradouros são impossíveis até que nós nos conheçamos?

Que somente Buda poderia ser feliz?

Será que estamos destinados a solidão, enquanto procuramos nos encontrar?

Depende de como enxergamos a questão.

Acreditar que alguém pode satisfazer nossas necessidades é irreal.

Precisamos buscar quais são os pontos que achamos importantes em outra pessoa, quais são os pontos importantes em nós mesmos e o que queremos compartilhar com o outro para que finalmente possa criar uma intimidade e enfim nos relacionar.

E precisamos entender que o outro está no mesmo processo que nós.

Que temos que aceitar as suas imperfeições.

Suas limitações.

Que o que é bom pra nós, pode não ser bom pra ele.

Precisamos ter a sabedoria de entender o que precisamos em um relacionamento, e não o que queremos dele.

Precisamos entender que relacionamentos são dinâmicos. Por que nós somos dinâmicos, mudamos todos os dias.

Não devemos ver mudanças como uma ameaça. Se uma pessoa decide que quer deixar a carreira promissora de advogada para ser uma uma pintora, o casal deve pensar em termos de como fazer o casamento feliz e bem sucedido nesta nova realidade, em vez de se preocupar sobre como esta mudança poderia destruir o que eles tem.

Claro, planejamento com antecedência ajuda. Ter uma salário conjunto de R$ 10.000,00 na sexta-feira e na segunda-feira seguinte vê-lo reduzido a R$ 5.000,00 realmente pode ser um baque No entanto, se o casal formou um relacionamento com o entendimento de que o crescimento vai acontecer, e abraçá-lo, com toda a força, as coisas vão acontecer.

Mas é importante reconhecer que mesmo que eles tenham discutido a mudança, isto não significa necessariamente que as coisas vão automaticamente funcionar. Novamente, mudanças são constantes e exigem um trabalho e foco adicional.

Para que qualquer relacionamento funcione.

Inclusive com o cachorro, que acabou de entrar e está exigindo meu tempo!

Boa Noite

Advertisements

About Alexandre Cezar

A 39 years old Brazilian guy, married and happy. Looking to share ideas, discuss and improve them for who knows make this world a better one.

Discussion

No comments yet.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s

March 2012
M T W T F S S
« Feb   Apr »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Insira seu endereço de email para receber atualizações do Blog automaticamente por email.

Join 93 other followers

Advertisements
%d bloggers like this: