//
you're reading...
Ajuda

Lidando com a Raiva


É interessante como as pessoas lidam com sentimentos como raiva de maneiras diferentes.

Alguns de nós guardam os acontecimentos que causaram a raiva lá no fundo da alma na esperança de que possam esquecer que uma dia eles aconteceram. Na verdade estas pessoas acabam criando uma panela de pressão que irá explodir mais cedo ou mais tarde e vai atingir qualquer um que tiver o azar de estar por perto.

Outras explodem na hora que o acontecimento acontece e pronto. Mas ficar explodindo por qualquer coisa acaba por irritar qualquer um, não acham?

Outras pessoas meditam, analisam o que aconteceu para entender as razões de estarem com raiva, aprendem com isto e por fim, fazem uma bolinha mental com a raiva, jogando-a fora. Bacana, não? É, mas poderia ser melhor…

[Vou quebrar o assunto aqui (é rápido!!!) para fazer uma pergunta.]

Com qual dos tipos acima você se identifica?

Se você é do tipo que guarda a raiva, cuidado para acabar não ferindo os outros…ou se matando de tanta raiva acumulada!

Se você é do tipo que explode fácil, cuidado para não ficar sozinho…

E se você é do tipo que medita…Apenas tome cuidado onde você libera a raiva…

Como assim? Cuidado onde eu vou liberar a raiva?

[Ah tá, aqui é o fim da quebra de assunto]

 

Voltando a questão. Não sei se todo mundo sabe mas o universo é unicamente composto por energia. Não importa no que você esteja pensando com o objetivo de me pegar no pulo…Em sua essência mais básica tudo e todos somos energia interligada (voltarei a abordar este assunto em um próximo post).

Tudo é energia, inclusive os seus sentimentos. Loucura? Acho que não, existem várias experiências que suportam a tese onde os seres vivos liberam a energia relacionada com aquilo que estão sentindo e que outros seres (somos todos seres compostos por energia interligada, lembram?) podem absorver isto.

Então, para mim, o ideal é sempre meditarmos sobre um assunto que nos causou determinada reação (no caso deste post, a raiva) para buscar as suas raizes e o seu entendimento. Após isto, devemos tomar o cuidado de fazer a “bolinha mental” e liberar a energia em um local onde ela não possa ser absorvida por outros.

Parece simples, mas exige constante vigilância.

Tente fazer isto algumas vezes e verifique se o ambiente ao seu redor não fica melhor.

Bom dia!

Advertisements

About Alexandre Cezar

A 39 years old Brazilian guy, married and happy. Looking to share ideas, discuss and improve them for who knows make this world a better one.

Discussion

No comments yet.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s

June 2010
M T W T F S S
« May   Jul »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Insira seu endereço de email para receber atualizações do Blog automaticamente por email.

Join 93 other followers

Advertisements
%d bloggers like this: