//
you're reading...
Relatos

Hotel do Terror


Todos temos boas estórias para contar e por isto resolvi postar algumas das minhas aqui no blog, algumas por que são engraçadas, outras porque fazem pensar…

Esta estória aconteceu durante um período em que trabalhei como consultor na Gerdau Açominas, na cidade de Ouro Branco-MG, lugar inclusive que deixou boas lembranças e amigos.

Em uma determinada semana, os hóteis da cidade estavam cheios e acabei ficando hospedado em um hotel um pouco mais afastado cujo nome não mais me recordo. Cheguei lá bem tarde, por volta de meia noite e havia apenas o recepcionista, seu ajudante e um painel com as fotos do Grupo Abba. Fiz o cadastro, peguei as chaves e me dirigia ao elevador quando o ajudante se prontificou a levar minha mala e como eu estava acabado devido a viagem e ao horário avançado, acabei deixando.

Ao chegar no quarto, o rapaz colocou a chave na porta e tentou girar, mas a mesma não se movia. E o rapaz fazia força mesmo pra chave virar…E ele ficou nesta alguns minutos até que eu comentei “acho que a porta não está trancada”. O rapaz olhou pra mim…Olhou para a fechadura e disse…“É mesmo, né!!!”. Aí ele fechou a porta, tirou a chave, a colocou de novo, girou novamente e finalmente abriu a porta dizendo “quando a porta está aberta, a agente precisa fechar ela pra depois abrir”

Na hora pareceu que eu havia encontrado uma nova raça ainda não catalogada pela ciência e até dei uns dois passos pra trás pensando “vai que ele morde…”.

Mas agradeci, entrei no quarto e fechei a chave e joguei a mala na cama…Pra que! Nunca vi tanta pulga junta na minha vida. Tive que voltar na recepção e pedir outro quarto dizendo que aquele lá já tinha hóspede. O rapaz da recepção pediu desculpas e me alocou em outro quarto. Desta vez, sem pulgas!

Fui tomar banho…Água mais gelada não conheço!!!! Liguei pro cara da recepção de novo. E ele. “Sr. nós aqui utilizamos tecnologia de aquecimento solar, mas…não faz sol faz tempo e o negócio não está aquecendo nem torneira….”. Resultado, tomei banho gelado.

Cansado, com sono e fome mas ainda vivo…pensei em comer algo…Liguei para a recepção e perguntei se havia algo para comer naquele horário, o rapaz me disse que havia, mas que como ele não podia sair da recepção eu teria que ir lá embaixo buscar. Pensei “menos mal” e fui até lá. Chegando na recepção o cara me oferece três tipos de salgadinhos “Torcida”. O verde, o amarelo e o vermelho.

Eu – “Que é isso???

Ele – “O serviço de quarto”

Eu – “Hein?”

Ele – “A cozinheira já foi embora. É o que sobrou, mas tem refri também”. Ele disse isto sorrindo, mas nunca soube se era por sarcasmo ou profissionalismo.

Peguei o saco verde e fui pro quarto pensando que pelo menos as pulgas estavam no 309…

 

Bom dia

Advertisements

About Alexandre Cezar

A 39 years old Brazilian guy, married and happy. Looking to share ideas, discuss and improve them for who knows make this world a better one.

Discussion

No comments yet.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s

May 2010
M T W T F S S
« Apr   Jun »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Insira seu endereço de email para receber atualizações do Blog automaticamente por email.

Join 93 other followers

Advertisements
%d bloggers like this: